Encontro debate propostas para melhorar o atendimento pelo SUS
11/04/2019 09:24 em Novidades

Foto: Fábio Marçal

 

O Conselho Municipal de Saúde realizou nesta quarta-feira, 10, a 9º Conferência Municipal de Saúde de Montes Claros. O evento aconteceu no auditório do Automóvel Clube e contou com a participação da Secretaria Municipal de Saúde, Ministério Público de Minas Gerais, Superintendência Regional de Saúde, delegados do Conselho Municipal de Saúde, servidores públicos e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Para este ano, o tema debatido foi “Democracia e Saúde: direito à saúde, consolidação dos princípios e financiamento do SUS”. A conferência vai designar os delegados que irão representar o município a nível estadual.

 

Segundo Joaquim Francisco de Lima, presidente do Conselho Municipal de Saúde, “a Conferência é um espaço democrático de construção de políticas de saúde. Uma reunião para discutir a saúde das pessoas, o sistema de saúde de uma comunidade e, sobretudo, encontrar soluções para resolver o problema do SUS a nível municipal, estadual e federal. Temos a oportunidade de reconstruir o sistema com ideias e propostas coerentes para atender um maior número de pessoas e com uma maior qualidade”.

 

Em sua fala, a secretária municipal de Saúde, Dulce Pimenta Gonçalves, destacou que a conferência é o espaço democrático e legítimo do usuário, da comunidade e dos trabalhadores para dialogar a gestão da Saúde. “Esse é o momento para a construção das políticas públicas da Saúde. Espaço também para defendermos o que já foi construído. É através da conferência que podemos fortalecer o SUS e melhorar mais ainda os serviços que o município tem”, afirmou.

 

Denilson Paranhos, superintendente Regional de Saúde em Montes Claros, enfatizou que o evento tem por objetivo criar diretrizes e propostas para serem debatidas em nível estadual para melhorar o sistema. “Temos conhecimento que estamos enfrentando diversos problemas, mas esse é o momento de criarmos propostas coerentes para reconstruir e fortalecer o Sistema Único de Saúde”, disse.

 

Jorge Victor Cunha Barreto, representante do Ministério Público de Minas Gerais, explicou que a conferência é o canal para formulação de políticas públicas para aperfeiçoar o SUS. “Não é nenhuma novidade que a nossa região sofre uma desigualdade regional, comparada com outras regiões do estado. Com a participação massiva da população, vamos fortalecer a nossa voz em defesa do SUS no Norte de Minas”, disse. 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!