Artesãs do Norte de Minas ganham destaque com peças inspiradas na fauna e flora do Cerrado
21/03/2018 - 8h35 em Novidades

Grupo Grão Detalhe, de Grão Mogol, produz e vende para lojas de São Paulo

 

O artesanato produzido pelo grupo "Grão Detalhe", de Grão Mogol (Norte de Minas), ganhou destaque nacional nos últimos anos. Com o apoio do Sebrae Minas, o grupo produz e vende peças para lojas de São Paulo, Diamantina, Montes Claros e em diversas feiras pelo Brasil.  O grande diferencial do grupo é o fato das peças serem produzidas inspiradas na fauna e flora da região.

 

Somente para a Tok&Stok, uma das maiores redes de decoração e design do Brasil, com mais de 50 lojas e presente em 20 estados, são entregues cerca de 700 peças por mês.

 

O início dessa história começou em 2006 quando os artesãos foram descobertos na Feira Nacional de Artesanato, em Belo Horizonte.Atualmente, cerca de 40 pessoas trabalham na produção das peças. São pesos de porta em formato de mandacaru, almofadas que lembram cactos e adornos para paredes com desenhos de pássaros. Com muita criatividade, dedicação e inspiração do bioma local, o artesanato se transformou em fonte de trabalho e renda para as famílias da região.

 

Maria das Dores Alcântara é artesã e presidente do Grupo Grão Detalhe. Ela conta que, no início, era um trabalho difícil e pouco valorizado, mas que, a partir de 2006, com o apoio do Sebrae, as coisas começaram a mudar.

 

A artesã explica que durante a Feira Nacional de Artesanato, em Belo Horizonte, os representantes da Tok & Stok conheceram o trabalho do grupo de Grão Mogol. “Eles demonstraram interesse em fazer uma encomenda mas pediram que fizéssemos algumas adequações. Com o auxílio do Programa Sebrae de Artesanato, fizemos um curso de design, remodelamos a peça e enviamos para eles avaliarem. Eles aprovaram o modelo e, desde então, produzimos e vendemos para a rede e também para outras lojas de São Paulo. Começamos com encomendas de 100 peças, e atualmente fornecemos cerca de 700 peças por mês”, afirma.

 

O artesanato em forma de plantas e animais do Cerrado é destaque na Feira Nacional de Artesanato de Belo Horizonte. Na última edição, realizada em dezembro de 2017, na Expominas, o grupo Grão Detalhe vendeu cerca de 250 peças para lojistas de várias partes do Brasil.

 

O gerente da Regional Norte do Sebrae Minas, Cláudio Luiz Oliveira, diz que o trabalho da entidade influenciou de forma positiva, e destaca, principalmente a determinação das artesãs. “Através do Programa Sebrae de Artesanato e do curso de design, o grupo se profissionalizou e aprendeu a criar novas peças. Elas foram corajosas ao aceitar o desafio de produzir em grande volume para uma das lojas mais conceituadas do país. Hoje o grupo ainda recebe acompanhamento do Sebrae, mas já tem independência para conduzir a produção, colocar preço e fazer as negociações”, enfatiza.

 

Renda e ocupação

 

Além de ser fonte de renda para algumas famílias da pequena Grão Mogol, com apenas 15.600 habitantes, o artesanato também ajuda a melhorar a qualidade de vida das pessoas, como explica a artesã Maria da Conceição Andrade. "A renda do artesanato mudou a vida de muita gente. Algumas mulheres que viviam tristes por falta de um emprego, depois que começaram a trabalhar e ganhar dinheiro estão mais felizes. Elas sabem que vão poder ajudar no sustento das suas famílias, e assim trabalham com grande prazer”, ressalta.

 

Atuação do Sebrae

 

Há mais de duas décadas, o Sebrae desenvolve um sólido programa de fortalecimento do artesanato mineiro, que valoriza a identidade cultural, o design, a inovação tecnológica e a gestão empresarial. As capacitações são essenciais para que esses empreendedores, detentores de talentos inegáveis, saibam comercializar seus produtos, elaborar estratégias de divulgação e para que tenham acesso a linhas de crédito que permitam expandir sua produção. O Sebrae também atua de forma a conscientizá-los sobre sustentabilidade e uso racional dos recursos naturais.

 

Em 2010 o Sebrae definiu uma estratégia nacional de atuação focada no reposicionamento mercadológico do artesanato brasileiro, aproveitando a visibilidade decorrente da realização de grandes eventos internacionais no país. O Sebrae fortalece a promoção comercial do artesanato brasileiro e agrega novos mercados através de projetos como:

- Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRA) - espaço privilegiado de exposição, comercialização e conhecimento.

- Projeto Brasil Original - montagem de lojas conceituais temporárias para conquista de novos mercados.

- Desenvolvimento da comercialização do artesanato, com foco em gestão e desenvolvimento de negócios.

 

Com informações da Ascom Sebrae

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!