ALÉM DAS PRISÕES - Reeducandos vão aprender novas profissões
12/01/2018 10:49 em Novidades

Texto: Pedro Neto/Fotos: Divulgação

 

O projeto piloto “Para Além das Prisões” (PAP), criado pela administração do prefeito Humberto Souto, e que beneficia sentenciados do sistema penitenciário, receberá mais 20 reeducandos, em regime semi-aberto, a partir do mês de fevereiro. A previsão é de que, até o ano que vem, sejam incluídos 200 detentos, beneficiados com um dia de remissão de pena a cada três trabalhados, e qualificação profissional, dentro das atividades  práticas e lúdicas oferecidas pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Social.

 

Através da Gerência de Educação Ambiental e Projetos Especiais, os egressos serão capacitados a trabalhar com madeiras, sucatas, jardinagem, dentre outras, as quais serão transformadas em artes. Também atuam em limpeza e conservação de áreas públicas. Os reeducandos  terão oportunidade de aprenderem novas profissões, o que contribuirá para a reintegração à sociedade, com garantia de renda para o sustento familiar. A estrutura para recebê-los já está pronta. O projeto tem grande alcance social e está sendo bem aceito pela população, pelos próprios sentenciados e familiares. 

 

O projeto “Para Além das Prisões”, é coordenado pela Prefeitura de Montes Claros, oficializado por sugestão da Promotoria Pública e Tribunal de Justiça e tem como parceiros o  Conselho de Segurança Pública, universidades, Pastoral  e Sistema Carcerários, Polícia Militar, Conselho da Comunidade  na Execução Penal da Comarca de Montes Claros, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Serviço Voluntário  de Assistência Social de Minas Gerais (Servas), Empresa Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Secretaria de Administração Prisional  (Seap)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!